terça-feira, janeiro 31, 2023

Examinando um Display e-paper - Parte 1

Displays e-paper sempre me fascinaram. Demorou um pouco para achar uma opção que tivesse um preço razoável e parecesse fácil de conectar. Sobrou ainda a questão de como colocar para funcionar...


domingo, janeiro 22, 2023

Crítica: Eyes Wide Open - True Tales of a Wishbone Ash Warrior

O primeiro livro lido em 2023 é a autobiografia do guitarrista de uma banda que talvez não seja muito conhecida por vocês: Wishbone Ash, Eu já falei por aqui sobre um DVD e sobre o principal álbum deles, Argus mas não conhecia a história detalhada deles.


sexta-feira, janeiro 20, 2023

Atualização - O Que Vem Pela Frente

Faz algum tempo que abandonei os post do tipo "querido diário", mas acho que cabem aqui alguns comentários para os seguidores assíduos. Nestes dois últimos meses vocês devem ter notado a falta de posts mais técnicos.

Neste momento estou na fria e chuvosa Holanda, matando as saudades da filha, do filho, do neto e conhecendo a minha nova neta. No final do mês volto ao Brasil e pretendo retomar com força o blog e o canal de YouTube,

domingo, janeiro 15, 2023

Nina (2012 - 2023)

Nina foi uma cachorrinha sapeca, presente da minha filha quando ainda estava me recuperando da ida do Teddy. Border Collies tem fama de inteligentes e a Nina fazia jus à fama. São também cachorros de pastoreio e muito agitados, o que nem sempre conseguimos ajudar a dar vazão.



domingo, janeiro 08, 2023

Crítica: The Man in the High Castlle (o livro)

Quase um ano atrás eu comentei aqui sobre a série de mesmo nome da Amazon Prime. Fiquei muito em dúvida sobre ler o livro; embora Philip K. Dick seja autor de várias obras adaptadas com sucesso para o cinema, minha experiência anterior com um livro dele não tinha sido muito boa. Será que desta vez fiquei mais satisfeito?

A capa do eBook é enganosa!


domingo, janeiro 01, 2023

Resoluções de Ano Novo - Edição 2023

 No final das contas, 2022 foi outro ano bastante agitado. Mantendo a tradição, é hora de rever as resoluções do ano passado e fazer novas.


Resoluções do ano passado

  • Desapego: a casa continua cheia e a tendência continua sendo ir para um lugar menor. Consegui passar adiante várias coisas, mas ainda tem coisas demais. PARCIAL
  • Estabilizar o ritmo dos passeios: Nope. Cheguei a manter três passeios com a cachorra por semana, mas por poucas semanas. Basta uma desculpa (válida ou não) para quebrar o hábito. FALHOU
  • Manter o ritmo de leitura: A meta de 32 livros foi reduzida para 24 e atingida em novembro. A ênfase nos livros físicos foi abandonada pela praticidade do Kindle. No final foram 28 livros, o que me parece de bom tamanho.CUMPRIDA
  • Publicar pelo menos um livro: FeitoCUMPRIDA
  • Fazer pelo menos uma placa de circuito impresso: feitaCUMPRIDA
  • Retomar eventos no Garoa: os eventos presenciais estão voltando devagar. Consegui fazer uma oficina de solda em novembro.  PARCIAL
  • Atualizar a GLIP: feito. CUMPRIDA
  • Mais projetos: vou considerar feito. A Maratona de Projetos no final do ano ajudou. CUMPRIDA

Revisão de 2022 e Previsões para 2023

2022 foi mais um ano atípico. Um problema de saúde (já superado) marcou o primeiro semestre e me colocou numa "vibe" de ano sabático, principalmente no lado do trabalho. Tentamos retomar ao antigo normal, não porque o Covid tenha acabado, mas porque o saco encheu (é o que sinto no mundo em geral). 

Na família, apesar das dificuldades da distância, deu para curtir bastante o neto, que agora no final do ano passou a ter a companhia de uma prima. No momento que escrevo estou com eles e deve ficar por mais um tempo, retardando o meu início de ano para fevereiro.

O que virá em 2023? Provavelmente um realinhamento profissional, principalmente se o Covid se for de vez e a economia tiver um bom ano.

Resoluções para 2023

E segue a nova lista:

  • Desapego: dar uma reduzida significativa nas tralhas;.
  • Estabilizar o ritmo dos passeios: insistir nos dois a três passeios com a cachorra por semana, toda semana.
  • Manter o ritmo de leitura: repetir a meta de 24 livros, se possível uma dúzia deles físicos.
  • Publicar pelo menos dois livros: tenho um livro pronto encravado e ideia para outros dois. 
  • Fazer pelo menos uma placa de circuito impresso: chega de ficar soldando fiozinhos.
  • Retomar eventos no Garoa: fazer pelo menos uma atividade por mês
  • Concluir projetos: será que consigo concluir quatro projetos significativos?



domingo, dezembro 11, 2022

Crítica: Living in the Light

Não lembro direito, mas acho que Ronnie Earl foi uma sugestão do Spotify. Comecei escutando os álbuns "Father's Day" e "The Luckiest Man", demorei um pouco para chegar até "Living in the Light", que é o álbum que comento aqui. Admito que as capas foram um ponto importante na escolha.