segunda-feira, janeiro 04, 2010

Resenha: Mais Dois Livros de Maigret

Alguns anos atrás eu mencionei o inspetor Maigret e que a editora L&PM estava publicando os volumes em formato "pocket". Na semana passada, durante umas férias que foram quase um retiro, eu li dois destes volumes, que comento abaixo.

Maigret Se Diverte


Neste livro Maigret está de férias. Após descobrir que a pousada onde pretendia ir estava lotada e ver o engarrafamento nas ruas (e o livro é de 1957!), Maigret decide passar as férias em casa. E acaba acompanhando um caso à distância (mais nem tanta). Trata-se da morte da esposa de um médico e não vou estragar o drama ao dizer que os principais suspeitos são dois médicos: o marido e o médico que o substitui durante as férias.

A solução do caso passa por entender estes três personagens, que possuem facetas que não são evidentes inicialmente.

O livro é uma boa diversão e o mistério de quem é o assassino ajuda as páginas a passarem rápido. É daqueles livros que, se você deixar, é lido em um único dia. Recomendado.

Uma Sombra Na Janela


Por coincidência, também nesta história Maigret fica fora do gabinete a maior parte do tempo. A morte de um rico homem de negócios é a deixa para Simenon retratar pessoas de diversas classes sociais. Temos a ex-esposa do morto, que se separou antes dele ficar rico (por não suportar as incertezas financeiras) e casou-se com um funcionário público (do qual reclama a falta de inciativa). E a atual esposa, com a qual se casou após a riqueza, descrita como "elegante e discreta". E a amante, ex-dançarina, obrigada a voltar a morar em um hotel de má reputação. Temos até um ex-embaixador, cuja mulher está a dar à luz, o que leva à zeladora do prédio a comunicar o crime em voz baixa e pedir discrição à polícia.

É todo este ambiente e o perfil destas pessoas que movem a história, muito mais que o interesse em descobrir o assassino.

Igualmente recomendado.

2 comentários:

Luiz Souza disse...

Eu li este livro uma "Sombra na Janela" faz algum tempo. Sou fã da série do inspetor Maigret, a história, apesar de ter sido escrita em uma outra época parece atemporal. Um grande livro.

Carlos disse...

Alguém já leu "As férias de Maigret" ?