sábado, outubro 11, 2008

Dazzle DVD Recorder

O fim da era VHS me deixou com algumas fitas "insubstituíveis" e o desejo de "algum dia" tentar convertê-las para DVD. Finalmente este "algum dia" está chegando.

O primeiro passo para fazer a conversão é arranjar um vídeo cassete, o que não é fácil (o meu morreu há muito tempo). Minha aventura começou quando a minha cunhada mudou de casa e me ofereceu o seu vídeo cassete antigo (um aparelho de boa marca, 6 cabeças, Hi-FI). Infelizmente, mais adiante descobri que o infeliz está pifado. Felizmente, o meu pai me emprestou o dele.

O passo seguinte é obter um dispositivo de captura de vídeo. Existe muita coisa no mercado, com uma faixa bem grande de preços. Achei mais flexível usar um dispositivo USB ao invés de uma placa, e acabei escolhendo o Dazzle DVD Recorder, que eu comprei (com nota e garantia) por menos de R$200:


Este aparelho (como muitos outros dispositivos de captura) tem uma fama bastante variada na internet, oscilando entre perfeito e imprestável. Como veremos ao longo deste post, isto é bem merecido.

Do ponto de vista de hardware, é um dispositivo USB 2.0 (com um cabo USB longo) com entradas de vídeo composto, S-Video e som estéreo. Para começar a brincar, basta acrescentar um cabo de audio e vídeo (como na foto acima) e ligar ao video cassete. Na outra ponta coloquei o meu já ultrapassado micro (P4 2.8 HT, 512M de Ram), que agora tem um bom espaço em disco.

E chegamos à questão do software. O meu objetivo é gravar o vídeo no HD e posteriormente gravar em um DVD "normal", eventualmente com capítulos para facilitar a navegação. O Dazzle DVD Recorder vem com dois softwares: o Instant DVD Recorder e o Pinnacle Studio Quickstart.

O Instant DVD Recorder permite gravar o vídeo capturado diretamente em um DVD ou no HD com o formato do DVD, o que não é muito prático para manipular. Até onde me lembro, a instalação foi tranquila.

O Pinnacle Studio Quickstart tem mais recursos, porém a instalação trouxe alguns "lixos" para o micro (como o QuickTime Player e uma versão demo do DivX) e exigiu uma reiniciação.

Daí para frente a coisa foi ficando complicada. O video cassete, como a maioria dos comercializados no Brasil, gera vídeo no padrão PAL-M (por compatiblidade com as TVs brasileiras). O Instant DVD Recorder suporta este formato mas o Pinnacle Studio aparentemente não. A solução que eu encontrei foi usar o Windows Movie Maker para capturar o vídeo. Ele trabalha com o driver da Dazzle porém:
  • Não deixava alterar a configuração de captura; o jeito era configurar no Instant DVD Recorder;
  • Grava a saída no formato WMV, que parece ser menos suportado pelos aplicativos.
No site da Pinnacle achei uma atualização do Studio. Entretanto, como a versão que veio era muito antiga, foi necessário fazer em duas etapas. Um download de 90 MB seguido de um de 123 MB. Com uma reiniciação após instalar cada um. E continuou não apresentando a opção PAL-M. O único benefício foi que passou a dar para configurar a captura dentro do Windows Movie Maker.

A captura em si exige somente paciência, já que a gravação é em tempo real. Ou seja, para capturar uma fita de 1h a captura demora 1h. Escolhendo a melhor qualidade, são 14 MB de disco por minuto de vídeo.

A qualidade do vídeo WMV pareceu bem razoável no micro. Para gravar no DVD acabei usando o Pinnacle Studio, por enquanto sem capítulos ou menu. Na primeira tentativa, após ver avançar míseros porcentos em uma hora, fui dormir. Na manhã seguinte o DVD estava gravado e a qualidade na TV foi boa. Fui repetir a receita com um outro vídeo e na manhã seguinte ainda estava nos "zero purça". Pelo menos não tinha gravado nada no DVD, permitindo re-aproveitá-lo.

Peguei na internet um monte de aplicativos de captura e conversão de vídeo (alguns grátis e outros demo de programas de baixo custo), mas ainda não tive tempo de testá-los. Quando conseguir relato o resultado aqui.

As Conclusões (por enquanto)

Converter VHS para DVD não é uma tarefa simples (nem para qualquer um) principalmente devido ao software. O hardware do Dazzle DVD Recorder está funcionando bem, o vídeo está sendo capturado com boa qualidade. Ainda não consegui de forma satisfatória gravar no PC em um formato adequado e depois passar isto para um DVD.

Considerando o preço do dispositivo de captura e o preço médio de um DVD (com vídeo de qualidade muito melhor, audio remasterizado em 5.1, capítulos, extras, legendas, etc) só compensa fazer a conversão se você tiver várias fitas "insubstituíveis". Ou se você for um masoquista.

6 comentários:

Anônimo disse...

Olá


Pra vc fazer uma captura sem muito trabalho. capture direto no formato do DVD ( arquivos VOB) e utilize algum dos programas abaixo , eles editam direto o arquivo VOB sem necessidade de conversão.



TMPGEnc DVD Author 3 with DivX Authoring ou TMPGEnc DVD Author 1.6


http://tmpgenc.pegasys-inc.com/en/product/tda3.html


TMPGEnc DVD Author 3 with DivX® Authoring is the perfect all-in-one DVD and DivX® authoring solution for any video enthusiast, whether you're a beginner or experienced videographer. It offers new features and some great improvements over its predecessors, such as HDV capture, DivX® Ultra authoring, multiple subtitle streams, and the ability to add even more types of source files to your DVD and DivX® projects. Of course, you can still cut-edit, create custom menus, and then burn your projects to DVD to show your friends and family!

Anônimo disse...

Cara eu uso uma placa de captura daquelas venhas de assistir tv, Pixel View Mesmo, tenho um Pentium 4 HT 3.2 - 1GB de Ram 2 HDs 1 de 60Gb (windows e Arquivos de usuário) e outro de 120GB (vazio). Para fazer essas transformaçoes tbm esbarrei no contexto do PAL-M NTSC.

Que resolvi da seguinte forma, baixei um programa chamado Win DRV 3 (http://www.4shared.com/file/44903153/f1f99972/win_dvr_3.html?s=1), nele vc escolhe o padrão a ser capturado e com uma vantagem adicional, vc já captura no formato MPEG 2.0 DVD, ou seja assim que vc termina de Gravar o Vídeo vc jah pode gravar ele em DVD com o Nero mesmo, ou vc pode utilizar outro programa interessante que é o Sony DVD Architect, como o vídeo jah esta em MPEG 2.0 DVD ele não precisa renderizar o filme novemente e sim transformar os arquivos em VOB, no DVD Architec e no Nero.

É assim que eu tenho convertido VHS para DVD, sem maiores problemas, mas digo sinceramente que até descobrir esses programas bati muito a cabeça com o Studio da Pinnacle.

Já Para editar o esquema e capturar tudo em AVI mesmo, para tanto eu uso o Dscaler (http://www.4shared.com/file/6288997/b043dd5d/dscaler417.html?s=1) e na compactação eu uso PicMJPEG, que mantém a integridade do vídeo e para edição e renderização fica bem mais leve.

Para editar propriamente dito o DVD eu uso o Adobe Premiere CS3 (qualquer um dos CS´s é Excelente), que até aceita formatos como WMV e MPEG, porém na hora de renderizar é um parto, sendo assim o melhor e AVI com PicMJPEG.

Espero ter Ajudado com as informações!

Boas Edições e Conversões!!

Grande Abraço!!

Fika com Deus!!




e-mail wellignton@yahoo.com

Anônimo disse...

Olá, será que pode me ajudar? Estou usando a filmadora digital como ponte entre o videocassete eo PC para capturar as fitas VHS em DVD. A filmadora já traz a imagem para digital no PC, td. certo, porém não tem som! Vc. imagina qual seria o problema?
Agradeço
Meg.

Anônimo disse...

olá todo mundo,
sei pouco sobre captura e autoração de DVDs
tenho passado minhas fitas de VHS da seguinte maneira:
liguei meu videocassete no meu gravador de DVD (com cabo AV) e este ao PC com cabo Svideo (tenho uma placa PC TV que uso como placa de captura)
Capturo os videos com o Sony Video Capture que vem junto com o Sony Vegas. (O meu é o Sony Vegas 7.0)
Se for o caso Edito no Sony Vegas e nesse caso ja salvo em Main Concept Mpg2 com o som separado em Dolby Digital AC3.
Tanto num como no outro caso levo pro DVD Architect e faço o Prjeto do meu DVD com menu, capitulos, etc.
Clico em Make DVD ---> Prepare e depois de renderizado volto em Make DVD e clico em Burn DVD.
Conforme o formato demora um pouco pra renderizar mas no fim fica bom.
Sei também que a medida que vou mexendo vou aprendendo e cada vez fica mais rápido fazer e gravar minhas fitas de VHS.
Abraços a todos.

Elso Pereira disse...

Comprei a dazzle dvdRecordeer HD, porem ao importar do videocassete só grava em preto e branco.
Alguém tem alguma dica ?

REGINATO disse...

Para: Elso Pereira
Certamente é problema de padrão de cor. Ele pode estar na saida do videocassete, na configuração da Dazzle ou no software de gravação.
Resolvi meus problemas ao comprar um videocassete usado híbrido(ele grava e exibe em ntsc ou Pal, selecionável por chaves), minha versão de Pinnacle Studio também seleciona ntsc/pal na gravação e meu equipamento de conversão é um Pinnacle Studio Hd Moviebox 510 Usb 2.0.
Infelizmente para ter uma conversão bem feita é preciso investir um pouco mais.
Também uso um videocassete qualquer, com fibras de algodão presas as cabeças, para limpar as fitas VHS antes de usá-las no videocassete de reprodução. O mofo, mesmo pouco, contamina o aparelho e todas as fitas que você usar depois. A limpeza das fitas a mito guardadas é importantíssimo.
Espero ter ajudado.